quinta-feira, 30 de julho de 2015

Aniversário do Blog: 5 Anos!


Para comemorar os 5 anos do Blog, resolvi fazer uma festa gaúcha!

Nasci no sul do Brasil, e aqui me criei, sendo descendente de família italiana e alemã.
Adoro nossas músicas regionais e aqui na cidade de Porto Alegre fiz parte do Conjunto Folclórico Internacional que costumava se apresentar por todos cantos da região.
Gostaria então de oferecer aos queridos amigos uma boa rodada de chimarrão, seguido de um suculento churrasco e uma bela fatia de bolo de fubá com pinhão. É a Glória!



Hoje não cantarei nenhuma trilha de filme e sim canções tradicionalistas de meus pagos...

Muito obrigado pela colaboração de vocês!

Beijos e abraços

Suzane Weck



Clique para ouvir: Suzane Weck - Canções Tradicionalistas Gauchescas (Pot-Pourri)

sábado, 18 de julho de 2015

Someday My Prince Will Come


Primeiro longa-metragem de animação da história do cinema, Branca de Neve e os Sete Anões (Snow White and the Seven Dwarfs) foi lançado em 1937 com direção de David Hand (Bambi).
O filme levou três anos para ser concluído e tinha um orçamento inicial de 150 mil dólares que acabou virando uma quantia de 1,4 milhões de dólares aos estúdios Disney - um valor astronômico para a época. 


O longa é apaixonante e a história todos já conhecem: Uma rainha má e bela resolve, por inveja e vaidade, mandar matar sua enteada, Branca de Neve, a mais linda de todo o reino. Mas o carrasco que deveria assassiná-la a deixa partir e, durante sua fuga pela floresta, ela encontra a cabana dos sete anões, que trabalham em uma mina e passam a protegê-la. Algum tempo depois, quando descobre que Branca de Neve continua viva, a Bruxa Má disfarça-se e vai atrás da moça com uma maçã envenenada, que faz com que Branca de Neve caia em um sono profundo até o dia em que um beijo do amor verdadeiro a faça despertar. (Fonte)

Na trilha sonora encontra-se a canção Someday My Prince Will Come que foi composta por Larry Morey e Frank Churchill e gravada por Adriana Caselotti especialmente para o filme. Diversas artistas pop/teen regravaram a canção como Anastacia, Ashley Tisdale, Tiffany Thornton.

Agora é minha vez de deixar uma versão para essa linda canção.

Beijos e abraços a todos,

Suzane Weck



Clique para ouvir: Suzane Weck - Someday My Prince Will Come

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Sunrise Sunset


Um Violinista No Telhado (Fiddler on the Roof) é um filme norte americano lançado em 1971 com direção de Norman Jewison (Agnes de Deus). 
Esse musical é uma mistura de comédia e drama e passa-se na pequena aldeia ficcional de Anatevka, na Rússia sob o czarismo, no início do século XX. Lá vivem, em boa vizinhança mas sem se misturar, as comunidades judaica e cristã ortodoxa, seguindo as antigas tradições estabelecidas.

O leiteiro judeu Tevye leva uma vida tranquila até o dia em que pretende casar as suas duas filhas mais velhas, Tzeitel e Hodel. Ambas recusam os casamentos arranjados pelo pai e a tolerância de Teyve é levada ao limite quando outra das suas filhas, Chava, decide casar com um não judeu. O leiteiro debate-se nesta situação delicada quando um decreto do Czar obriga todos os judeus a abandonar a aldeia, condenando a sua família ao exílio e à dispersão.

O filme recebeu diversas indicações ao Oscar e levou a estatueta como melhor fotografia, melhor trilha sonora e melhor mixagem de som.


Na trilha sonora está a linda canção Sunrise Sunset composta por Jerry Bock e letra de Sheldon Harnick.

Aqui deixo a minha versão para ela.

Beijos e abraços a todos,

Suzane Weck.



Clique para ouvir: Suzane Weck - Sunrise Sunset

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Stormy Weather


Tempestade de Ritmos (Stormy Weather) é o título do filme norte americano lançado em 1943 com direção de Andrew L. Stone (Julie).

O filme foi gravado durante a segunda guerra e é um musical interpretado por atores negros, fugindo bastante dos "padrões" de Hollywood. Vale citar a crítica de Rubens Ewald Filho sobre o filme onde ele escreve:  "Musical clássico da Fox, famoso por reunir a nata dos artistas negros (em um elenco sem um único branco) e por fugir por completo dos estereótipos raciais da Hollywood da época, quando os negros eram mostrados cheios de malandragem e subordinados aos patrões brancos. Aqui todos são bem sucedidos, artistas reconhecidos e elegantemente trajados.".


No elenco estão nomes como Bill Robinson, Lena Horne, Dooley Wilson, Cab Calloway, Fats Waller, Katherine Dunham, Ada Brown e Harold Nicholas.

O enredo é superficial e conta a história de um sapateador famoso que relembra seu início de carreira após combater na 1ª Guerra e seu amor por uma cantora. A história serve apenas como suporte para maravilhosos números de danças que fazem o filme valer a pena.


A trilha sonora é também outro ponto forte do filme e conta com a canção de mesmo nome do título original: Stormy Weather.
Essa canção foi composta em 1933 por Harold Arlen e escrita por Ted Koehler ficando famosa nas vozes de  Lena Horne, Billie Holiday, Frank Sinatra e Etta James,

Aqui deixo a minha versão para essa linda canção.

Beijos e abraços a todos,

Suzane Weck

"Suze Horne"

Clique para ouvir: Suzane Weck - Stormy Weather

domingo, 31 de maio de 2015

Amado Mio


Gilda é o nome de um filme norte americano lançado em 1946 e dirigido por Charles Vidor (Modelos).
É um drama romântico que conta a história de Johnny Farrell (Glenn Ford), gerente de um famoso clube noturno em Buenos Aires, de propriedade de um amigo seu. Quando Gilda (Rita Hayworth), a mulher de seu amigo, é apresentada a Johnny ele a reconhece, pois tiveram um caso no passado. É quando o antigo amor existente entre os dois é reacendido.


Além do casal Rita Hayworth e Glenn Ford, encontramos no elenco nomes como George MacReady, Joseph Calleia e George J. Lewis.

Trailer do Filme

A trilha sonora do filme é maravilhosa e conta com a canção Amado Mio, escrita por Doris Fisher e Allan Roberts. No filme a canção é interpretada por Rita Hayworth que faz apenas a dublagem, pois a voz é da cantora Anita Kert Ellis. Grace Jones regravou a canção em seu famoso álbum Bulletproof Heart, inclusive fez uma versão remix chamada Amado Mio - The Brazilian Mix.

Deixo aqui a minha versão para todos vocês dessa linda canção.

Beijos e abraços,

Suzane Weck


"Suze Hayworth"

Clique para ouvir: Suzane Weck - Amado Mio

sábado, 9 de maio de 2015

The Continental


A Alegre Divorciada (The Gay Divorcee) é uma comédia - romântica - musical norte americana lançada em 1934 com direção de Mark Sandrich (O Picolino).
Tem no elenco grandes nomes como Fred Astaire, Ginger Rogers, Alice Brady, Edward Everett Horton, Erik Rhodes, Eric Blore, Lillian Miles, Betty Grable, entre outros.


O enredo conta a história de Guy Holden (Fred Astaire), um célebre bailarino estaduniense, que está viajando pela Europa com seu amigo, o advogado Egbert. No meio do caminho para a Inglaterra, conhece Mimi Glossop (Ginger Rogers), que viaja com sua tia. Em Londres, os dois se encontram casualmente e Guy se apaixona por Mimi, sem saber que se trata de uma mulher casada em processo de divórcio. Quando Mimi e sua tia voltam a se encontrar com os dois num hotel, Mimi confunde Guy com um ator que havia contratado para fingir ter um caso, e a partir daí, a confusão gerada por esse encontro pode fazer nascer um verdadeiro amor.


O filme é baseado no musical da Broadway "The Gay Divorcieé", de autoria de Cole Porter e Dwight Taylor, É daqueles musicais que não podem faltar no currículo dos apreciadores do gênero. A trilha sonora é apaixonante e recebeu uma indicação ao Oscar.
A música The Continental, composta especialmente para o filme por Con Conrad e letras de Herb Magidson, foi a primeira canção a ganhar o Oscar na categoria de melhor canção original.
Deixo aqui a minha versão para essa bela canção...

Beijos e abraços a todos,

Suzane Weck

"Suze Rogers"

Clique para ouvir: Suzane Weck - The Continental

domingo, 12 de abril de 2015

Jean


A Primavera de uma Solteirona (The Prime of Miss Jean Brodie) é um filme britânico lançado em 1969 e dirigido por Ronald Neame (O Destino do Poseidon).
Esse belo drama ambienta-se em Edinburgo no ano de 1932, onde Jean Brodie é professora em uma escola para meninas, que inspira suas estudantes com suas ideias sobre arte, música e política, sendo que a última é baseada em noções românticas, que a levam a expressar sua admiração pelo fascismo na Itália. Jean fez um pequeno círculo social de alunas que a adoram, composto por Mary McGregor, Jenny e Sandy. Jean organiza para levá-las em uma visita casual na casa de campo de Gordon Lowther, um professor amigo que está mais interessado nela que ela por ele, pois Jean está romanticamente envolvida por Teddy Lloyd, outro professor que também se dedica à pintura.


O elenco é liderado pela atriz Maggie Smith, que ganhou o Oscar de melhor atriz por esse filme, acompanhada de Robert Stephens, Pamela Franklin, Gordon Jackson, Celia Johnson, Jane Carr entre outros.

The Prime of Miss Jean Brodie - Full Movie
A Primavera de uma Solteirona - Filme Completo
 (Áudio original, sem legendas)

A trilha sonora é também maravilhosa e conta com a canção Jean, composta por Rod McKuen especialmente para o filme. Foi inclusive indicada para o Oscar de 1969 (A canção vencedora daquele ano foi Raindrops Keep Fallin' on My Head).
Agradecendo a sugestão de postagem do amigo Antonio Nahud Júnior (O Falcão Maltês) , e dando início aos trabalhos em 2015 aqui no Blog, deixo então a minha versão para a canção.

Beijos e abraços a todos,

Suzane Weck

"Suze Smith"

Clique para ouvir: Suzane Weck - Jean